Categorias
Serviços

Como funciona a dobra CNC?

A introdução do CNC (comando numérico computadorizado) na indústria mudou radicalmente os processos industriais.

Perfis de alta complexidade são facilmente usinados. estruturas em 3 dimensões tornam-se relativamente fáceis de produzir e o número de passos no processo com intervenção de operadores é drasticamente reduzido.

O CNC reduziu também o número de erros humanos o que nos leva a um aumento da qualidade dos produtos diminuindo retrabalho e desperdícios tanto de tempo quanto de matéria prima.

O CNC agilizou as linhas de montagens e tornou-as mais flexíveis, pois a mesma linha de montagens pode agora ser adaptada para produzir outro produto num tempo muito mais curto se comparados os processos tradicionais de produção.

Acompanhando o desenvolvimento tecnológico da informática e a tendência por uma interatividade cada vez maior com o usuário, o código e linguagem de máquina também evoluiu trazendo grande benefício.

Tipos de Materiais

  • Aço carbono
  • Aço Inox
  • Alumínio
  • Galvanizada
  • Chapa Xadrez
  • Chapas Grossas

Categorias
Serviços

Como funciona o corte com o plasma

Sabemos que os três estados da matéria são sólido, líquido e gasoso, certo? Se mais ou menos calor é aplicado à uma substância temos a mudança do seu estado. Assim, se adicionarmos energia em forma de calor ao sólido, teremos a mudança de estado para o líquido e se mais calor for adicionado teremos o gás; após isso, se uma quantidade substancial de calor for adicionada ao gás, este se transforma em plasma.

Plasma assim é um gás eletricamente condutor. A ionização dos gases gera a criação de elétrons livres e de íons positivos junto com os átomos de gás. Quando isso ocorre, o gás torna-se eletricamente condutor, transportando corrente elétrica e, tornando-se assim, o plasma. Um bom exemplo de plasma natural é o relâmpago, que, assim como na tocha plasma conduz eletricidade de um ponto a outro graças aos seus gases ionizados.

O corte plasma é feito através da utilização de um bico com um orifício para comprimir o gás ionizado em alta temperatura até que possa se utilizado para cortar secções de metais, como o aço carbono, aço inoxidável, o alumínio e outros metais eletricamente condutores. Ao entrar em contato com o metal, o  arco plasma o derrete ao mesmo tempo em que a alta velocidade do gás remove o material derretido, fazendo um corte preciso e limpo.

Um das facilidades desse tipo de corte é a facilidade de ser utilizado não apenas em mesa plana, mas também ser realizado com a utilização de tartarugas de corte, mesas CNC, entre outros dispositivos de automação tornando o processo versátil em diversas aplicações onde o objetivo é cortar metais.

Uma das principais vantagens do corte plasma é o fato de poder ser utilizado não apenas em mesa plana, mas também com o auxílio de tartarugas de corte, mesas CNC, entre outros dispositivos de automação. Essa facilidade torna o processo versátil em diversas aplicações onde o objetivo é cortar metais. 

Outro ponto importante, já mencionado inclusive, é o fato de ser um corte preciso e limpo, sem necessidade de pós operação. Também se trata de um processo muito seguro, vez que não utiliza cilindros de oxigênio ou gases combustíveis, tampouco mangueiras que transportam elementos combustíveis.

Categorias
Serviços

Injeção de alumínio, o que é?

O molde de injeção de alumínio pode ser usado para fabricar peças para vários setores da indústria e destaca-se pela sua qualidade de produção e tipo de matéria-prima que utiliza. Ele é capaz de fornecer às peças alta durabilidade e resistência, além de um rápido preenchimento das matrizes com ótimo acabamento e precisão.

O processo de injeção se dá por meio de uma máquina injetora, que faz com que o alumínio em estado líquido entre nos moldes através de uma bucha, transformando-a em peça bruta.

Para ser usado em processos industriais, o molde de injeção de alumínio necessita ter algumas características essenciais, pré-determinadas por controles de qualidade internacionais. Entre as propriedades mecânicas mais importantes, se destaca a resistência a altas temperaturas. O molde deve ser fabricado para suportar longa exposição ao calor.

Além disso, o molde deve suportar falhas e absorver energia, prevenindo contra a formação de trincas. Também é imprescindível que ele suporte o contato com produtos químicos.